JuveBêdê

Abril de 2001

Quatro anos depois do número um, o JuveBêdê deu destaque ao novíssimo (na altura) XXXI álbum de Astérix “Astérix e Latraviata”, tanto ao conteúdo do mesmo, como ao lançamento em Portugal (que aconteceu em simultâneo com outros países) e ao pré-lançamento que decorreu em Rennes (antiga Condate) onde estivemos como convidados, na presença do próprio Albert Uderzo. Apresentámos ainda a reportagem fotográfica da Braga Desenhada e uma ilustração de Willy Lambil na Juve Galeria.

 

Vê Aqui: JuveBêDê Nº20

Dezembro de 2000

O último trimestre foi de uma riqueza incalculável para a equipa do JuveBêdê que esteve envolvida na organização de uma mostra de banda desenhada em Braga. Braga Desenhada foi um conjunto de seis exposições de BD inteiramente consagradas a trabalhos da Idade Média como pano de fundo, que contou com a participação dos autores Gilles Chaillet, Pedro Massano e Ricardo Ferrand. Foi também altura de mais um Festival da Amadora que teve como tema “Os super heróis do Séc. XXI”. Destacámos ainda a exposição que esteve patente na Gulbenkian sobre a “Banda Desenhada Portuguesa – Anos 40 – Anos 80” e apresentámos uma ilustração de Gilles Chaillet na Juve Galeria. A última página foi dedicada a uma pequena BD de Gonçalo Garcia.

 

Vê Aqui: JuveBêDê Nº19

Outubro de 2000

Uma edição especial e numerada foi o que apresentámos neste número inteiramente dedicado a William Vance. O desenho da capa foi um inédito, os destaques de álbuns portugueses foram exclusivamente sobre o autor e seguiu-se uma breve apresentação de Vance e da sua obra. Foi também publicada uma entrevista muito alargada com o próprio, realizada na sua casa, em Espanha, onde nos recebeu amavelmente. Para além destas páginas, desenvolvemos ainda um artigo sobre o universo feminino nas bandas desenhadas de William Vance e publicámos uma extensa bibliografia de todas as publicações do autor existentes em Portugal.

 

Vê Aqui: JuveBêDê Nº18

Julho de 2000

Este foi um número com muitas novidades editoriais espalhadas pelas páginas de álbuns em destaque e Juve internacional, bem como sobre a terceira edição do Salão Lisboa de Ilustração e de BD. A banda desenhada surge aqui pelas mãos de Gonçalo Garcia e a Juve Galeria mostra-nos uma ilustração da dupla Depuy e Berberian. A entrevista foi com Luís Louro que nos apresentou a grande novidade que se anunciava: o primeiro álbum de Louro com Rui Zink.

 

Vê Aqui: JuveBêDê Nº17

Abril de 2000

Uma ilustração tão especial tinha que ser capa. O desenhador André Juillard um dos responsáveis na altura por mais uma aventura de Black e Mortimer, com quem estivemos em Angoulême, juntamente com Yves Sente, autor dos textos. O Festival de Angoulême foi o grande destaque deste número dezasseis, uma vez que a equipa do JuveBêdê ali se deslocou de novo. A banda desenhada foi da autoria de Agonia Sampaio e a Juve Galeria mostrou uma ilustração de Jo-El Azara, autor da personagem Taka Takata.

 

Vê Aqui: JuveBêDê Nº16

Fevereiro de 2000

Tiago Marques, o jovem autor da mascote do JuveBêdê, o Jota, foi o grande destaque desta edição, com imagem de capa e com a publicação de uma banda desenhada da sua autoria. O 27.º Festival Internacional de BD de Angoulême foi alvo de um artigo de duas páginas e o mesmo aconteceu também com uma peça sobre os factos mais relevantes da BD em 1999. A Juve Galeria apresentou uma ilustração pelas mãos do genial François Boucq e a entrevista foi neste número substituída por um artigo dedicado às várias novidades editoriais de Tintin, no âmbito da comemoração dos 70 anos da famosa personagem de Hergé.

 

Vê Aqui: JuveBêDê Nº15